Manter os funcionários eficientes, felizes e engajados é essencial para o seu negócio. Saiba como:

Neste artigo você vai ver:

  • O poder do treinamento para uma boa gestão.
  • Como manter o padrão de atendimento e qualidade em uma rede de franquias
  • A importância de funcionários capacitados para o restaurante.

Você pode perguntar para qualquer profissional que tenha alto rendimento qual o segredo do sucesso, da excelência. Todos dirão que não é dom, é treino, muita prática e dedicação.

Oscar Schmidt, por exemplo, um dos maiores jogadores do basquete do Brasil e do mundo, costumava treinar em torno de 1000 arremessos por dia. Não à toa foi chamado de mão santa.

Muito estudo, prática e dedicação é o segredo para quem deseja se tornar expert no que faz e referência onde atua. Por isso, o treinamento e capacitação em uma rede de franquias é imprescindível.

Não basta apenas adquirir os produtos, entender o know-how básico da franquia. É preciso ir além, como vamos mostrar a seguir.

Manter a cultura e a identidade da marca

Um dos principais objetivos dos treinamentos e capacitações fornecidas pelo franqueador é manter a cultura e a identidade da marca.

O cliente quer ter o mesmo padrão de atendimento e a qualidade no produto ou serviço recebido em qualquer unidade da franquia. Por isso, é necessário difundir a cultura da empresa entre todos os franqueados, para que todos se sintam parte integrante desse ecossistema e passem a agir como um só, buscando o sucesso de todo o negócio.

Se a franquia preza pela agilidade no atendimento, todos os franqueados devem entender e assimilar essa ideia, se capacitando cada vez mais para garantir que conseguirão manter essa identidade da marca.

Franquias de sucesso têm calendários de capacitação constante, prezando sempre pela manutenção da cultura e identidade de marca, fazendo isso através de cursos e especializações que ajudam os franqueados a se manterem motivados e, principalmente, em consonância com todos os outros parceiros de negócio e com os objetivos de toda a empresa.

Compartilhamento do know-how

Uma das principais atribuições dos treinamentos e capacitações em uma rede de franquias é compartilhar o know-how obtido durante anos de operação. Dessa forma os franqueados aprendem o que deve e o que não deve ser feito, o que dá e o que não dá certo, as dificuldades e oportunidades, dentre tantas outras lições.

Quando o franqueador compartilha o seu conhecimento, ele também aprende e se aperfeiçoa, criando um ciclo virtuoso: a organização ensina e dissemina conhecimento para os seus franqueados, que aprendem, executam e passam um feedback e, assim, é possível que a franquia como um todo aprenda, encontre falhas ou potencialidades, se reinvente e melhore cada vez mais.

A transferência de know-how também garante a manutenção da cultura e identidade de marca, através do ensino do modelo de negócios, das técnicas de gestão e da padronização dos produtos e serviços prestados.

O franqueado que busca esse tipo de conhecimento junto ao seu franqueador garante uma qualidade e eficiência cada vez maior, além de estreitar os laços entre estas duas pontas. Quanto mais puder aprender junto ao criador do negócio, mais fácil fica para o empreendedor entender o que deve e não deve ser feito para garantir o sucesso do seu empreendimento.

O treinamento cria times mais eficientes e comprometidos

Para manter times mais competentes e engajados, os treinamentos e capacitações são essenciais. O profissional que participa de cursos, palestras ou outros tipos de eventos que visam ensinar, motivar e desenvolver habilidades, certamente trará muito mais resultados para a empresa.

O treinamento constante tem o poder de motivar, desenvolver um propósito maior, que faz com que aconteça o chamado fenômeno de “vestir a camisa da empresa”. Ocorre, inclusive, um sentimento de gratidão do funcionário que está crescendo e aprendendo com o apoio do seu empregador.

Quando uma equipe é bem treinada ela entende todos os processos, quais ferramentas e atitudes precisa ter para executar bem um trabalho, além da importância e os resultados que isso gera. Tudo isso faz o profissional trabalhar melhor, trazendo soluções para toda a franquia.

Treinar significa eliminar vícios, ensinar macetes e novas estratégias, motivar, criar laços, gerar mais união e companheirismo entre os colaboradores, diminuir incertezas e gerar mais confiança no trabalho a ser desenvolvido.

As franquias que investem em treinamentos constantes, fomentando encontros entre líderes e colaboradores, conseguem se manter eficientes, pois estão sempre passando novas informações, ensinando novas técnicas aos seus franqueados, mantendo-os motivados. E, além disso, também evoluem como um todo, pois recebem feedback, aprendem com os erros e acertos de seu franqueado, melhorando cada vez mais o seu modelo de negócio.

E tem mais: times treinados possuem menos rotatividade e geram economia para a empresa. Quem participa de treinamentos acaba se conectando cada vez mais com o propósito da marca, se sente parte da empresa, cria um sentimento de pertencimento e a certeza de que estará sempre crescendo e, por isso, diminui o turnover. Isso significa menos gastos com saídas, contratações e treinamentos de novos funcionários.

Uma boa gestão não é dom, é treino

Se lembra do exemplo do Oscar Schmidt? Existem vários outros em várias esferas. Silvio Santos treinou muito sua oratória, capacidade de negociação e carisma enquanto trabalhou como camelô. Cristiano Ronaldo, Messi e outros atletas, treinam desde cedo, várias horas por dia, para terem uma técnica apurada.

Um bom gestor também precisa de treinamento. Claro que existem pessoas com mais facilidade em algumas áreas que em outras, mas, ainda assim, é necessário treinamento para descobrir novas técnicas, desenvolver habilidades, conhecer erros e acertos de outras pessoas, facilitando a sua tomada de decisão.

Um bom exemplo de que não é preciso dom e, sim, capacitação, é o treinamento USINA21, que ensina em 21 dias como se tornar um expert em massas e molhos, sem que haja conhecimento prévio em culinária.

Qualquer pessoa pode aprender diversas técnicas e habilidades, sem que tenha aquele “dom”. É só treinar, se capacitar e ter muito foco e força de vontade. Esta é a base para qualquer trajetória de sucesso!

%d blogueiros gostam disto: