Enquanto o mercado prega pela inovação, muitos empreendedores focam em ideias complexas e mirabolantes e esquecem-se do básico para ter um restaurante de sucesso.

São questões elementares, mas talvez por isso mesmo acabem negligenciadas. E sempre vale a pena voltar para elas e conferir se elas estão em desenvolvimento, estagnadas ou se são parte das causas pelas quais o seu restaurante não está tendo bons resultados.

Neste post, nós vamos relembrar quais são os 4 itens básicos que não podem faltar ou serem esquecidos na gestão de um restaurante de sucesso! Quer saber quais são?

1. Um cardápio matador

Atrair ou reter clientes em um restaurante tem muito a ver com o cuidado que você planeja o seu cardápio, sabia?

Um exemplo bastante simples disso: aqui, na Usina de Massas, 92% dos nossos clientes avaliam o nosso produto como ótimo ou excelente. E 80% dos consumidores atestam que escolhem a nossa marca devido ao sabor e à qualidade do que temos a oferecer! Isso é resultado de uma marca que conhece bem o seu público-alvo e não mede esforços para usar a melhor matéria-prima em suas franquias — 80% delas, por exemplo, são produzidas por nós mesmos. Isso gera um padrão de qualidade uniforme e preços competitivos.

Lembre-se que, dentro desse contexto de inovação, a experiência do cliente é valiosa. E o seu cardápio é o carro-chefe dessa jornada. Atualize-se com as novidades do seu setor, analise e compare o seu cardápio com o da concorrência e equilibre o sabor de suas receitas com o que o seu consumidor deseja.

Dicas para compor um cardápio irresistível no seu restaurante de sucesso

  • Avalie os pratos servidos e identifique as opções que não têm tanta saída. Pesquise com os seus clientes novas possibilidades para manter o alinhamento do DNA do seu restaurante e as expectativas do consumidor.
  • Em tempos modernos, onde as pessoas compartilham suas experiências em tempo real nas redes sociais, a aparência do prato significa ainda mais. Não abra mão de uma apresentação impecável.
  • A ordem e a disposição dos pratos também influencia na experiência dos clientes.
  • Para inovar no cardápio, crie novas receitas periodicamente, e desperte o desejo dos consumidores em experimentarem esses pratos sazonais.

Tenha em mente que é possível compor um cardápio diferenciado e alinhado às preferências do seu consumidor, mas sem perder a identidade do seu restaurante.

Não tenha medo de modificar, reinventar ou mesmo de fazer o básico, mas muito bem feito! Com um equilíbrio pontual de apresentação, aroma e sabor, o sucesso do seu restaurante vai ser uma mera — e natural — consequência do seu trabalho e de sua equipe.

2. Bom atendimento

Ainda pensando na experiência do cliente, dedique alguns instantes para considerar o peso que o atendimento do seu restaurante tem no sucesso de sua empreitada.

A maneira com a qual os seus colaboradores abordam, interagem e cuidam de suas rotinas impacta direta — e profundamente — no diferencial do seu restaurante. Só que as centenas de milhares de pessoas que trabalham no ramo gastronômico podem baixar a guarda nessa questão, assim que a equipe foi instruída sobre suas responsabilidades.

Um grande erro, diga-se de passagem. Afinal de contas, a demanda e as exigências do consumidor estão em constante transformação. Se a sua equipe permanece com as mesmas diretrizes de um ano atrás, por exemplo, o seu restaurante parou no tempo.

A sua gestão deve ser intensamente preocupada em orientar, treinar e capacitar os seus colaboradores. Mais que isso: a motivação de todos deve estar sempre elevada. É por meio dela que os seus profissionais vão “comprar” o discurso de se desenvolverem continuamente. Sem falar que é um diferencial e tanto para conquistar o consumidor.

Além disso, o bom atendimento é uma força qualitativa para o desenvolvimento do seu restaurante porque contribui com a retenção de talentos. Profissionais que são lapidados, têm metas e um plano de carreira traçados e obtêm o respaldo dos seus gestores garantem uma performance elevada. Algo essencial para o seu negócio, para compor um restaurante de sucesso e cair nas graças do seu público-alvo.

3. Organização

Com cerca de 1 milhão de estabelecimentos no país, de acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/SP), podemos entender o nível de competitividade do setor de alimentação. E a organização tem um papel relevante na retenção de clientes. Algo que tem início na percepção do cliente em relação à sua fachada e que permanece em atividade quando eles entram no seu restaurante.

Não se trata de luxos e caprichos na decoração. A organização é um aspecto técnico, alinhado aos valores do seu consumidor e próximo dos pilares institucionais do restaurante.

Você deve conhecer, profundamente, o seu espaço para:

  • Criar uma disposição de mesas que gere conforto, bem-estar e conveniência para o público.
  • Reforçar a ideia de que o seu consumidor deve se sentir “em casa” durante o tempo em que ele permanecer no restaurante.
  • Ser ágil na reposição de objetos em mesas ocupadas e no próprio processo do atendimento para que a espera seja a mais breve possível.
  • Garantir uma decoração atrativa, que remeta ao seu negócio e ao perfil do consumidor.
  • Gerar um atendimento rápido, solícito e próximo, bem como uma experiência fluída e agradável.

Ou seja: são aspectos mais amplos do que a simples organização de materiais. Mapeie todo o seu fluxo de trabalho e valorize cada detalhe dessa jornada para que o seu restaurante de sucesso permaneça livre de imprevistos no dia a dia.

4. Higiene

Nosso último ponto básico e fundamental para um restaurante de sucesso é a higiene. E, por mais óbvia que possa parecer, essa questão passa despercebida por muitos empreendedores. E motivos para isso não faltam: poucos funcionários, demanda elevada, falta de organização… Isso tudo contribui para condições precárias de higiene em um estabelecimento comercial.

Mas também são muitos os benefícios imediatos ao cuidar bem da higiene do restaurante, como a boa impressão dos clientes, a ausência de penalidades dos órgãos reguladores e o aumento na reputação do seu restaurante. Isso se traduz no aumento de vendas e em uma lucratividade maior. Para tanto, algumas boas práticas devem ser inseridas na rotina do local, como:

  • Atenção redobrada para que os colaboradores estejam sempre com as mãos limpas — e que não manipulem dinheiro, por exemplo, e os alimentos em seguida.
  • Divisão de responsabilidades de cada membro da equipe, para que a limpeza e higiene do restaurante seja um trabalho de todos.
  • Treinamento e capacitação para que os funcionários não apenas sigam as ordens, mas entendam os riscos e os benefícios em cuidar da higiene do restaurante.
  • Cuidado ao usar produtos de limpeza que são nocivos aos ingredientes usados na cozinha — e atenção com o local de armazenamento de cada um deles.

Todo cuidado é pouco, para construir um restaurante de sucesso. Só que ter excelência nos pontos básicos já é um passo certeiro nessa direção.

Agora, queremos saber um pouco mais de você: quais experiências — positivas ou negativas — você já teve com algum dos pontos citados neste artigo? Compartilhe conosco, no campo de comentários!

%d blogueiros gostam disto: